sábado, 14 de setembro de 2013

Nando & poesia

Nando é sempre Nando.... um grande poeta da nossa música...

video

Coração Vago
Nando Reis


Eu sei que não basta simplesmente mais uma vez dizer “I love you”
Até mesmo porque “I love you “ nunca soa bem - meu ingles é péssimo
Eu sei que eu gostaria de agir de um modo diferente mas você nunca pediu pra que eu fosse outro
Mas quem desejaria que outro alguém além do seu amor, pra sua dor fosse remédio?
Então eu preciso te dizer que agora eu sei que até mesmo um grande amor pode não bastar
Aprendi com você que no dia a dia o grande amor abrange sonho e vida real
E eu quero te dizer que eu mudei que já cansei de fingir, fugir, mentir, sumir, não encarar
Não tenho dúvida, é com você que eu quero viver
Mas outras dúvidas eu tenho e elas me atrapalham
Não é um conceito ou um defeito, é só o meu jeito de ser
Sou um sujeito imperfeito
Mas o lado esquerdo do peito
Por inteiro te ofereço
meu coração vago

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Domingo bucólico

É bom se permitir sair de casa para curtir um pouco a natureza ao nosso redor...

Em um curto momento em que sentei debaixo de uma mangueira, deixei-me envolver pela brisa que balançava meus cabelos e que trazia um novo frescor à minha alma.

Amo admirar o sol pelos galhos das árvores, num bailar silencioso. Ah, como é belo a cor da natureza de cada estação! A beleza do rio correndo sobre as pedras, apesar de todos os maltratos humanos.

E a noite... ah, como é bom! Sentir a imensidão da noite em um silêncio intrigante, com toda a riqueza da escuridão contrapondo com a luz das estrelas e a majestosa lua.

Contemplei por uns instantes a natureza que se apresentava para mim tão linda, apesar da triste intervenção humana, e mais uma vez ela me surpreendeu.

Já fui agraciada por um pica-pau fazendo seu trabalho, certa vez, assim como alguns pássaros e borboletas lindas.

Ontem fui presenteada com um tucano. Sim. Um tucano lindo voando e saltando sobre as árvores. Algo que só havia visto no Parque das Aves de Foz de Iguaçu. Mas ali ele estava, lindo, livre e leve. Com tamanha delicadeza sua presença se fazia ali.

Que este tucano, tão raro de ser contemplado, não caia nas garras de predadores, nem seja aprisionado pelo homem. Que ele assim continue, livre e belo, onde estiver agora!

Um bom presente para começar a semana! Obrigada, Natureza Mãe!