domingo, 17 de novembro de 2013

Cine Holliúdy: cinema nacional

Assisti o filme "Cine Holliúdy" e me encantei pelo humor bem elaborado, a partir de uma história simples e leve, sem grandes efeitos e custos cinematográficos, mas que vai nos conduzindo a um olhar apaixonado pela 7ª arte: o cinema.  A história de um "cabra" idealizador que, juntamente com sua família, enfrenta todas as adversidades, desde a pobreza, perpassando pela política e culminando no maior de todos os seus obstáculos, a chegada da TV nas cidades do interior do Ceará, para viverem a partir do que amam fazer: levar para as pessoas, através dos rolos de filmes, a magia da sala de uma cinema.

Um parabéns especial ao elenco e a característica peculiar de cada personagem, que nos apresentava a cultura cearense e a realidade da década de 70, sob a excelente condução da direção que terminou a história deixando um gostinho de quero mais. 

Um Ceará, um Brasil dos "Brasils" que compõem nosso Brasil. Como relatado no filme, das 184 cidades do Ceará, apenas 04 possuem cinema. Isso me lembra minha cidade, Manhuaçu, e suas indas e vindas do cinema na cidade. Eu não cresci indo ao cinema, mas a TV estava lá presente no cotidiano familiar. Hoje agradeço por morar em Belo Horizonte e ter a oportunidade de me deleitar com as histórias contadas pelo cinema, assim como fico feliz pelo cinema hoje se fazer presente em minha cidade. O cinema traz um encantamento a partir de uma tela enorme, que nos envolve e nos conduz ao seu universo particular, ao qual não mais faz diferença o quão possível ele seja. 

video

Nenhum comentário: